segunda-feira, maio 08, 2006

Inevitável (tn) 2004


Um vinho que vem aumentar o portefólio da Casa de Santa Vitória, Baixo Alentejo.
Tem como responsável pela enologia Nuno Cancela de Abreu (Casa de Alorna, Quinta da Fonte do Ouro, ...).
Foi provado em prova cega. Com 14% de vol.
A sua cor adivinhava o que iria revelar. Aromas muito químicos, a levarem-me para a tinta da China. Denso. Muita fruta preta, juntamente com chocolate preto. Alguns toques florais e de bergamota que tentavam disfarçar a sua robustez aromática, tentando transmitir frescura. Forte, muito intenso.
Na boca, foi inevitável a forma como ele entrou. Corpo forte, com taninos e acidez bem vivos. Pujante (para mim, em demasia). Algo duro. Pareceu-me que precisa de mais tempo (outros dirão o contrário). Final longo.
Um estilo de vinho que raramente consigo ter algum prazer. Ao meu lado, outros adoraram...
De qualquer modo, penso que a minha apreciação poderá ter sido prejudicada, pela forma como o tinha de o avaliar (havia mais uns quantos para dizer qualquer coisa). Para reavaliar no futuro. Preço não divulgado.
Nota Pessoal: 14,5

Sem comentários: