quarta-feira, Março 21, 2012

Casa de Saima, Remake

Branco que não é Reserva, mas podia ser. E pelo preço, menos de três euros e meio, devia ser escolha obrigatória.


É vinho com (enorme) largura de aromas e sabores. Fresco, vegetal e acídulo. E com compleição pouco habitual nesta gama de vinhos. Tivesse outra chancela e diríamos mundos e fundos dele.


Bebe-se bem, muito bem. Não cansa, pelo contrário. É preciso mais? Não creio. Portanto, que se consuma.

4 comentários:

Nuno Trindade disse...

Meu caro, na zona de Lisboa onde posso adquirir este vinho? Muito obrigado.

Pingus Vinicus disse...

Parece-me, julgo, que é fácil.

Tenho comprado no intermarché, mesmo junto a minha casa, em Alcochete.

Disponha sempre.

Edgar Meireles disse...

Boa tarde,
no Supermercado do El Corte Inglês o tinto 2010 custa 2.65€ - relação qualidade/preço extraordinária. Não reparei se tinham o branco mas, em princípio...
Um abraço,
Edgar Meireles

Nuno Trindade disse...

Muito grato pela atenção.