quinta-feira, Outubro 18, 2012

Porquê?

Será, com toda a certeza, assunto com bolor. É tema de conversa, na certeza, que preferimos não discutir ou, na melhor das hipóteses, assobiar para o lado, enfiando as mãos nos bolsos. Nem queremos ouvir tal coisa. Queima.
Porque raios não pegamos em passagens de outros, não confrontamos as nossas opiniões publicamente com a de outros, porque não citamos argumentos com que não concordamos? Por que não?


Porque temos vergonha, porque vivemos no meio de uma paz periclitante, mal cheirosa, e sem coragem para dizer que não estamos de acordo. A discussão fica sempre por fazer, porque em PT discordar é o mesmo que não gostar de alguém, como tal arreda-se para o lado e fingimos que somos todos amigos. Doentio.

6 comentários:

Copo de Salto Alto disse...

Caro Pingus... Isso não se chama doença! Trata-se de uma tradição cultural e, como tal, orgulhamo-nos com a sua protecção ;)

Pingus Vinicus disse...

Uma protecção que impossibilita avançar. Quem arrisca abdicar dela, corre sério risco de ser apontado ou olhado de lado ;)

Anónimo disse...

Discutir????????????
Discordar??????????
Pingus, tu estás doente!
Prova mas é vinho e deixa lá a discussão. O que interessa é provar e publicar.

Hugo Mendes disse...

Lembro-me, pelo menos de duas pessoas que conheço que nada têm a ver com vinho. Caladas, passam imagem de gente bonita, ar culto e olhar altivo. Vais na senda de ouvir o que têm para dizer e…. Pronto, é uma desgraça quando abrem a boca!
No fundo, muita dessa gente contra a qual te insurges, procura apenas uma paz onde possa viver do aspecto. Nos blogs (supondo que é disso que falas!) isso é por demais evidente! Grande parte não diz nada (apesar de falar muito) simplesmente porque não tem nada para dizer!
São tentativas tristes de se manterem à tona e não quebrarem o fluxo de amostras, de visitas, de presentes cujo único móbil é mesmo amaciar o ego e a incompetência de alguns produtores que insistem, em não ler o que muita dessa gente escreve sobre os seus próprios vinhos!
Para a merda uns e para a merda os outros!
Mas não é verdade que não se discute. discute-se e muito, pode é não ser no sei das comunidades onde querias que a discussão acontecesse, mas aí "my friend"....

Pingus Vinicus disse...

Por exemplo, nem uma nota de prova se discute, se discorda, se contraria ou se concorda. Citar alguém é "ofender"

Pingus Vinicus disse...

Nem taninos, nem acidez, nem a fruta, nem a nota (para quem a dá), se contesta. Tudo está, à partida, justificado pelo gosto pessoal de cada um e portanto a discussão morre no início.