sexta-feira, Fevereiro 15, 2013

Terras de STº António TN 09

Resultado das poucas compras realizadas nas paupérrimas feiras de vinho que aconteceram, um pouco, pelo país, nas habituais áreas comerciais.



Por que não conhecia, por que começou a surgir, agora, um pouco por todos os lados, impunha-se que se comprasse e se bebesse. Não havia volta a dar. 



Um Touriga Nacional, da colheita de 2009, delineado por Paulo (Paolo) Nigra. De estilo franco, descomplicado, jovial, com fruta na medida certa, companheiro de comida. E evitando mais rodeios, mais ladainha desnecessária remato com: Epá, gostei do vinho.

9 comentários:

Diogo Rodrigues disse...

E quanto é que custou?

Rui Oliveira disse...

Tive quase a deitar as mãos a esse vinho ou ao Quinta da Corujão reserva 2008...acabei por trazer o Herdade Porto do Bouga Garrafeira 2008...

Rui Oliveira disse...

Reparei que os produtores desse vinho foi a junção dos enologos Francisco Olazabal,Jorge Serôdio e Jorge Moreira...diria que tem tudo para dar certo.....

L. disse...

na feirinha do pingo doce custa menos de 7 euros.

e mora la o passarela vinhas velhas a 8.50 e o corujao a 4,90...!

Pingus Vinicus disse...

Isso mesmo L. Informação correta.

Rui Oliveira, atenção que esse Reserva de 2008 não é da responsabilidade desses enólogos.

A responsabilidade desse vinho é de Pedro Nuno Pereira que foi o enólogo dessa Quinta. A informação dada pelo PD não é totalmente correcta.

Pingus Vinicus disse...

O Vinhas Velhas da Passarella é um autêntico blockbuster. Uma qualidade imbatível!

Anónimo disse...

sabia que o corujao tinha passado por alguma reformulacao, digamos assim. mas este 2008 agradou-me, ja o tinha provado em finais de 2011 e nao sendo "facil" gostei dele.

Pingus Vinicus disse...

O Quinta do Corujão, não é de todo um vinho de empatia imediata.

Diogo Rodrigues disse...

Obrigado pela informação. Vou ver se os procuro por lá.