segunda-feira, Junho 03, 2013

A Imprensa e a Sociedade Civil

Hoje deu-me para isto. Reparei que a imprensa de cariz mais tradicional e que se dedica em divulgar temáticas relacionados com vinho, tem ou pelo menos assim parece, algum pudor em divulgar e participar em acções e/ou em actividades que sejam assumidamente amadoras (ou não), organizadas, promovidas pelos mais diversos enófilos deste rectângulo.

Salvo raríssimas excepções e pontuais, não deslumbro, não tenho reparado qualquer notícia, referência ou simples nota de rodapé dedicada ao que se vai fazendo fora dos tradicionais canais, por paixão, por desporto, e um pouco por todos os lados, em prol do vinho.



A sociedade civil tem, parece-me, investido muito na promoção, na divulgação, no conhecimento do assunto.


Fica a ideia que assumidamente marcam a fronteira entre nós e vós. Tal como o vinagre e o azeite que nunca se misturam. Ainda faz sentido esta dicotomia? Ou estarei completamente errado? Eventualmente...

3 comentários:

Anónimo disse...

Excelente e original como sempre.- Alda.

Rui disse...

Caro Pingus:

Se tivermos os profissionais a promover os amadores não promoverão a sua própria inutilidade? O seu fim?

Também não vejo os enófilos, bloggers, e bebedores amadores como eu, a dizer maravilhas das revistas sobre vinhos e afins... quando muito comentam, raramente concordando, os prémios e provas, ou criticam fortemente o destaque dado a uns em detrimento de outros.

Mas penso que esta separação é saudável. Respeito tanto o que o "Pingas no Copo" escreve sobre um vinho ou produtor, como o que escreve qualquer profissional. Aproveito criticamente um pouco de cada.

Mas só lhe gradeço a si porque o faz sem pretender receber nada em troca!

Obrigado!

Rui Dias

Pingus Vinicus disse...

Obrigado pelas palavras de ambos, no entanto, não me parece contraditório falar, nem que seja com breves palavras, momentos patrocinados pela sociedade civil. (In)felizmente outros valores comerciais se (a)levantam.