terça-feira, abril 08, 2014

Alain Graillot: Crozes Hermitage 2007

Se os meus amigos permitirem, aconselho que bebam este vinho. Assim desta forma, sem rodeios, sem mais linhas gastas ao acaso. Comprem este ou outra colheita qualquer. Comprem e bebam sem preocupações. Desfrutem. É viciante, é profundo e, para malta como eu, oferece, decididamente, outros prazeres. 



A panóplia de sabores e de cheiros é, por assim, dizer diferente do habitual. Repetindo o mote: comprem e bebam, pois creio que não ficarão arrependidos. Eu simplesmente adoro. Que dizes Jorge Filipe Nunes?

6 comentários:

Jorge Nunes disse...

Belo tinto! Quando é que bebemos a próxima?

Rui Oliveira disse...

Interessante...por acaso comprei na niepoort a colheita 2011...talvez ainda esteja muito irrequieto...deveria tentar uma mais antiga...a ver vamos!

Anónimo disse...

De que zona do Dão é que é?

Anónimo disse...

Em boa verdade não há realmente bons vinhos há boas garrafas. Abri uma destas de 2006 e foi para o lixo estragadissimo!
Cumpr
J freitas
Parece que tenho de dar outra oportunidade...

Pingus Vinicus disse...

Rui repete a prova do vinho ou tenta provar uma colheita mais antiga para tirares as dúvidas. Sou um adepto confesso do vinho.

JFreitas, é uma grande verdade.

Um abraço aos dois

Rui Lourenço Pereira disse...

Única garrafa partida até hoje....