sexta-feira, maio 22, 2015

Krohn 1958

Em jeito de fim de semana, nada melhor que deixar uma foto, no caso duas e parecidas, de um grande vinho do Porto. Largá-las apenas, ir embora e regressar aqui passados alguns dias para ver como andam as águas.



Fica, portanto, registado o momento para a posteridade, para relembrar unicamente que um dia cheguei a beber também um vinho da elite. O intuito, como podem ver, é muito simples e prosaico.

Sem comentários: