terça-feira, maio 17, 2016

Mapa

Fiquei surpreendido. Fiquei agradavelmente surpreendido. E desculpem lá a todos aqueles que já o conheciam. Eu não. 


Bem afinado, bem equilibrado e muito pouco Douro. Ups! Acho que não devia ter dito isto. Um vinho branco que me pareceu completamente fora do mainstream, pela finura, pela harmonia, pela imensa frescura que tinha. Um vinho vibrante na medida certa.


Um vinho que se bebe, vejam lá, sem darmos conta e sem que nos caia uma dor de cabeça em cima, no outro dia. E não é só. Foi possível, vejam lá outra vez, esvaziar a garrafa e continuar a ver um daqueles longuíssimos filmes de Sergio Leone, sem as pálpebras fecharem a meio. Um facto que deve ser louvado e registado, porque na maior parte das vezes isto não (me) acontece. Um tipo acaba por adormecer, por um motivo ou por outro.

Sem comentários: