terça-feira, maio 03, 2016

Vinhos Brancos que são Brancos

Outra dúvida de cinco tostões. Comecei a notar com alguma frequência que existem vinhos brancos que são mesmo, vejam lá, vinhos brancos. Não, não me equivoquei. Existem vinhos brancos com uma cor semelhante à da água, translúcida, límpida. Atreveria-me a dizer que estão, também, na categoria de vinhos que sabem a água. Aguados. Serão, talvez, mais saudáveis. Não sei.


Apraz dizer, portanto, que nestes casos, estamos perante vinhos verdadeiramente brancos, ao contrário dos outros que nos enganam, ultrajando-nos. Dizem que são uma coisa, quando não o são. São amarelados ou esverdeados. Uma chatice. Um vinho branco é isso mesmo branco, com aspecto de água e quase a saber a água. Assim, vou começar a reclamar com quem de direito, quando botar ou botarem-me no copo um presumível vinho branco e ele não tiver a sua cor verdadeira. Igual à da água. Ou é branco ou não é. Mas pronto, ao menos existem os Verdes.

1 comentário:

Anónimo disse...

Continuo sem saber o objetivo desses vinhos. Não sabem a nada. Não têm qualquer caráter, personalidade.