quarta-feira, agosto 24, 2016

Sezures Encruzado


Apanhei este vinho num lugar altamente improvável e perdido no meio de uma prateleira. Devo dizer-vos que fui confrontado, no acto do pagamento, por uma curiosa pergunta: Sabe que vinho é esse? 
As referências que tenho sobre ele, o vinho, são muito vagas. Conheço via FB, o perfil do ou de um dos responsáveis pelo vinho. Depois uma ou outra referência ao vinho na rede. É pelo que percebi, distribuído pela SWOP. Mas adiante.


Pareceu-me um vinho sóbrio, felizmente contido, sem revelar aparentemente qualquer tendência para excessos da moda. Apreciei francamente a capacidade que revelou para produzir saliva, pela frescura que mostrava. Um conjunto que me pareceu muito equilibrado, deixando a ideia que estamos perante um vinho sadio, feito com o intuito de ser qualquer coisa diferente. 


Dá a ideia que pretende fugir da normalidade que muitos encruzados do Dão começam a apresentar. Gostava de saber se há continuidade e qual o estado das coisas deste pequeno produtor. 

Sem comentários: