sexta-feira, outubro 07, 2016

Quem dá menos?

Isto anda tudo em saldos. Literalmente anda tudo a pedir o menos possível. 
Para quem anda em cima destas promoções, esperem mais um pouco, pois são capazes de receber dinheiro em vez de dar, mais cedo ou mais tarde, para levar o vosso vinho preferido para casa. Será uma questão de tempo. Ainda vamos ver um chouriço, uma lata de sardinhas ou uma caixa de palitos como brinde extra. Tenham paciência, que há-de lá chegar.

Como diz o outro, eu ainda sou do tempo em que este vinho custava bem mais. Será que ainda tem uva? 
Esperem, por isso, mais um pouco que o preço do vinho, em alguns locais, vai ficar semelhante à dívida da Alemanha. Com juro negativo. Isto começa a ser trágico-cómico. O curioso, curioso, é que ainda não vi em lado nenhum qualquer reflexão séria sobre as razões destes fenómenos e as suas consequências. Assunto desinteressante?

5 comentários:

Emilio disse...

Carissimo Rui,
Primeiro de tudo, um grande prazer estar a falar contigo no blog novamente.
E depois, poderá ser que esta promoçâo esteja a ser no Lidl? Mesmo agora tenho passado por um Lidl e há uma promoçâo similar. Amigo, sabe que aquí (em Espanha, para aquel@s que nâo o saibam) o Lidl tem sido jeito de processos judiciários por venda baixo do custo, dumping.
Quanto a nos, consumidores, temos a opçâo da escolha... Só gostaria que estas promoçôes foram úteis para aqueles que gostariam de beber melhores vinhos e o seu ordenado da o que da :)
Abraço, amigo.

A vida secreta dos vinhos disse...

Penso que a grande razão deste fenómeno é a mudança do mercado do lado da procura. Existe uma nova geração de consumidores de vinho que procura vinhos com qualidade mas não tem capacidade de compra. As grandes superfícies aproveitam esta mudança e bombardeiam com promoções. Também se analisarmos bem as promoções/vinhos/vinícolas são sempre as mesmas.

Rata do Porão disse...

Realmente gostaria de saber como é possível. Vendem água em vez de vinho?

Pingus Vinicus disse...

Emilio, meu amigo, por acaso esta promoção era no ELECLERC. Mas o mais curioso é que estamos a falar de um vinho que chegou a custar bem mais quando foi lançado.
Um grande abraço. Aparece mais vezes!

Sebastião disse...

Este Verão comprei este mesmo vinho, da colheita atual de 2015, no Pingo Doce. 2,99 com 50% desconto direto, imediato, sem cartão, sem confusão. Portanto a 1,49 Euros. É muita fruta.
Mas é possível fazer vinhos baratos, bonzinhos e a menos de 1,99 Euros, seguramente. Esta(s) crise(s) trouxe(ram) isto, um aumento de oferta com redução de preços generalizada. O mercado permite e julgo que os produtores não estão a trabalhar para aquecer :) Mesmo os que tem vinhos baratos e boas promoções.