sábado, janeiro 07, 2017

Abriu a Época... dos Prémios!

Depois da época da pesca, do mexilhão, das vindimas, da caça, dos míscaros, da azeitona, disto e daquilo, temos aí, cada vez mais forte e enraizada, a época dos prémios. E há prémios para todos os gostos, feitios, tendências, pesos, alturas e larguras. Prémios para os mais feios e para os mais bonitos. Para os novos e para os velhos. Prémios feitos à medida ou standard. As categorias são imensas. Vão desde as mais prosaicas até às mais estapafúrdias. O leque é, portanto, muito abrangente. Depois não há entidade que não atribua prémios a alguma coisa, por muito absurda que seja essa coisa. E se não atribui, vai atribuir no futuro. 

Atrevo-me a dizer, descontando os prémios que vêm de lá de fora, que seremos a comunidade que mais prémios atribui e recebe per capita. Devemos, portanto, ficar inchados de orgulho, pois só quer dizer uma coisa: somos mesmo muito bons. 

Sem comentários: