domingo, março 26, 2017

A Ditadura do Lacre

A ditadura do lacre. Quando é em excesso, perde a graça. Assim do nada, começamos a ver uma porrada de vinhos com lacre no gargalo. O lacre parece ser considerado como algo essencial para que um qualquer vinho transmita mais classe. Chega-se ao exagero de lacrar espumantes. Algo que não tem qualquer sentido, parece-me. 


Epá malta controlem lá a quantidade de vinhos com lacre no gargalo. Escolham mesmo só um vinho ou outro. Lacrar a garrafa não tornar melhor o vinho. Ou torna? Ou é só mesmo uma questão de moda, para não ficar atrás do vizinho? 

2 comentários:

Paulo Silva disse...

essa do espumante... espero que não se repita! De facto, não funciona!!

vivendo e aprendendo!

Pingus Vinicus disse...

Pois não Paulo. Pessoalmente não faz qq sentido. Abraço. Gosto da tua postura.