quinta-feira, novembro 09, 2017

A Cor dos Brancos

Alerta à navegação! Isto não tem nada a ver com a cor da pele dos humanos. Só para não criar mal estar desnecessários ou interpretações enviesadas. Estamos, portanto, esclarecidos.
A minha dúvida é muito simples. Na verdade, já tinha tocado no assunto uma vez aqui. Têm por hábito reparar na cor dos vinhos brancos que bebem?


Nos últimos tempos, dei comigo, a dar mais atenção à cor que os vinhos brancos possuem. E comecei a ficar, assumo perante vós, um pouco incomodado, tipo pé atrás, com a tonalidade de alguns deles. Possuem cores tão esbatidas, quase a roçar a água. Quase, quase transparentes. Até se fica em dúvida, se é vinho ou outra coisa qualquer. E influenciado ou não, fatalmente os vinhos acabam por saber-me invariavelmente a algo meio desenxabido. A algo, apenas, com álcool. As perguntas são muito simples e directas: Porque que é que isto acontece? Manipulações a mais?

1 comentário:

Flavio Henrique disse...

Caro Pingus,
Concordo com você! Tempos atrás bebi um Savenniéres de um grande produtor que, apesar de ótimos aromas e paladar incrível, parecia água na taça. Foi estranho, pois parecia estar tomando algo artificial. Faço um paralelo com aquele vinho azul que lançaram tempos atrás, que arrepio só de olhar.
Abraços,
Flavio