segunda-feira, agosto 27, 2018

Imensurável: Pellada

Tentei várias vezes dar uma introdução decente à homilia de hoje. Mas percebi que seriam apenas palavras ocas, banais, cheias de lixo e lugares comuns. Reconheci pouco depois que o momento não merecia que fosse banalizado e ou normalizado por uma treta de descrição ou considerações sem fulgor. Já existem por aí muitos doutos. 



Vindo de um ano que não me deixou grandes lembranças, este vinho mostra, que se tudo correr bem com o tempo, conseguimos atingir níveis de prazer pouco comuns. São estas ocasiões que nos dizem que as velhacas das dores podem ser, momentaneamente, aliviadas. São fugazes, é certo, mas têm uma importância imensurável.  

Sem comentários: