quinta-feira, dezembro 21, 2006

O R/C da Casa de Aguiar

O título não quer dar a ideia de que é menor, é apenas mais barato. Está ao nível do chão. É mais acessível. Tal como os R/C de um prédio. É o que dão a entender os vendedores de imóveis.
Este D'Aguiar (tn) 2004, é um vinho que se encontra com muita facilidade nas prateleiras de um supermercado. Aliás, é nos supermercados, hipermercados, mega-supermercado que eu compro a maior parte dos meus vinhos.
Voltando ao vinho, o que poderei dizer? Que se comportou de forma muito correcta, equilibrada, limpo de aromas e sabores. Sem deslumbrar, cumprindo muito bem o papel que lhe foi destinado. Ser bebido com satisfação, no nosso dia-a-dia, sem provocar grandes dilemas, dificuldades ou estarrecimentos. É saudável que assim seja. Quando se chega a casa, depois de um dia de trabalho, muito raramente temos capacidade para a beber algo mais complexo. De qualquer modo, ainda deu para sentir frutos vermelhos, suaves sopros balsâmicos, tudo envolvido por tiques aromáticos que faziam recordar bosque, musgo, fetos. Sempre num registo directo.
Na boca, certinho, fresco, saboroso. Final levemente baunilhado.
Vale os 2€ e pouco que dei por ele.
Nota Pessoal: 14

Sem comentários: