quinta-feira, janeiro 11, 2007

Quinta do Vallado 2004

Um belo tinto, que se pode comprar a um preço razoável. Bem disseminado por todo o lado. É já um clássico, pelo menos para mim, nesta gama de preços. Não há muito tempo, bebi o 1999 normal e o malandro ainda mexia.
Na versão de 2004 temos fruta madura (amoras, framboesas, mirtilos), embrulhada por sugestões balsâmicas e minerais (carvão) que ajudavam a colocar este vinho num patamar de qualidade muito interessante. Breve brisa vegetal, refrescava o nariz.
Na boca, mostrou-se gordo, amplo, comestível, frutado. Taninos e acidez muito bem acolhidos pelo corpo.
Cativa no primeiro impacto, na primeira abordagem. É directo. É sim senhor, mas não cansa. Ajuda a relaxar e dá-se muito bem com a mesa. Neste caso, esteve com uma costela de vitelinha, acompanhada por uma couvinha penca estufada. Um jantar que intervalou uma longa noite de trabalho. Tenho a IGE (Inspecção Geral de Educação) a bater-me à porta. É preciso dar voltas e mais voltas a muitos documentos da minha responsabilidade. É que aqueles tipos pegam por tudo e por nada.
Nota Pessoal: 15

1 comentário:

Anónimo disse...

Caro Pingos,

Já tive o prazer de me encontrar com um Vallado 2004 que me foi dado a conhecer no bar-do-binho em Sintra. Fiquei bastante bem impressionado o que me levou a comprar mais tarde uma garrafa para beber em casa.

A meu ver é um vinho com personalidade e com a sua classe com um preço que não engana (+/-6€).

1 Abraço
Luis