quinta-feira, Junho 26, 2008

Serras de Azeitão (branco) 2007

Em busca de propostas baratas. Desta vez, peguei num vinho que algum tempo não bebia. Verdade seja dita, também não existem assim tantas colheitas. De qualquer forma, podemos encontrá-lo na versão tinto, branco e rosé.
Uma pessoa arma-se em fino e deixa quase de comprar vinhos de supermercado, por causa da vergonha que isso pode criar em meios mais elitistas.
A sorte coube, agora, a um vinho das Terras do Sado, da Bacalhôa Vinhos.
Este Serras de Azeitão (colheita de 2007) enfiou pelo nariz a dentro um bloco de aromas homogéneo. Podia-se cheirar ananás, manga, laranja e maçã. Podem escolher a ordem que quiserem, da forma que acharem conveniente. A lima e o limão encarregavam-se de refrescar, de desenjoar. Franco, sadio desde o início até ao fim.
Saboroso no paladar, com um comprimento interessante. Sabores frutados, com bom balanceamento. Um vinho branco muito bem construído e de grande tiragem.
Por pouco mais de 2€ temos aqui uma bela proposta. No meu caso acompanhou, muito bem, uma salada de legumes e escorregou sem obstáculos pela goela. Nota Pessoal: 14

4 comentários:

Pedro Sousa P.T. disse...

Acho muito interessante esta tua cavalgada pelos brancos baratos. Ainda esta noite bebi um Vila dos Gamas branco 2007 da Vidigueira, que não ia nada mal. E acompanhou na plenitude umas moelinhas feitas pelo meu amigo Bernardo Guiniense.
É isso tudo. Sem complexos!!!
Abraço

Pingus Vinicus disse...

Exactamente sem complexos.
Abraços

Anónimo disse...

Bebi à pouco tempo o Antão Vaz da cooperativa da Vidigueira e soube-me bastante bem.

Pingus Vinicus disse...

Meu caro e não é o que interessa?