sábado, Março 30, 2013

Casa da Passarella Vinhas Velhas 2009: O Enólogo

A nova colheita Vinhas Velhas da Casa da Passarella apresentou-se finalmente ao público. Está, agora, ao alcance do consumidor e dá continuidade à saga iniciada em 2008.



Complexidade, elegância, frescura intensa (que o torna muito gastronómico), capacidade de evolução e preço extremamente competitivo (a rondar dez euros) são, como em 2008, os atributos deste novo Vinhas Velhas. Um vinho que vai cimentando o culto em redor dele, tornando-se num objecto de  desejo
Em 2009, o Vinhas Velhas teve direito a novo rótulo, que gosto, e ao epíteto de O Enólogo, que é uma alusão ao tal francês judeu que se refugiou dentro das paredes da Casa, por alturas da segunda guerra mundial. Enquanto por lá andou, entreteu-se a brincar com vinhas e com vinhos. Agora, no tempo presente, desfrutamos o seu legado.



Sobre o vinho, em causa, e sem qualquer contenção no uso de palavras e sem esconder a ligação passional e emocional ao projecto, direi que é vinho para comprar, beber e para guardar sem moderação. Que se faça tudo isto, em completo exagero.

10 comentários:

Jorge Nunes disse...

Muito bem conseguido o rótulo. parabéns aos responsáveis. Quanto ao 2009 ainda não conheço, mas vou à procura dele.
Abraço1

Pingus Vinicus disse...

Jorge, efectivamente todo o processo de rotulagem está muito bem conseguido, não esquecendo a importância da qualidade do vinho, que é muita.
Abraço

Amândio Cupido disse...

tentador :)

também irei à procura

L. disse...

um verdadeiro ponta de lança do dão, este não é um postiga é um van persie

Pingus Vinicus disse...

Amândio, julgo que ficarás satisfeito :)

Pingus Vinicus disse...

L., concordo. Este vinho tal como van persie possuem um estilo mais incisivo que o malfadado postiga.

Anónimo disse...

Caro Pingus, descobri Casa da Passarela de 2008, e desde desse dia tenho na minha garrafeira. Já recomendei a um Amigo que tem uma Taberna(Tasca), o vinho é um sucesso de vendas...um verdadeiro vinho para os tempos de Troika que se vivem. Já provei o reserva, e o vinhas velhas...o patamar sempre a subir! Do branco não gostei.Estamos a organizar uma pequena visita ao local, para comprar no local. Cumprimentos.IL

Pingus Vinicus disse...

IL, não gostou do Encruzado de 2011?

Anónimo disse...

Caro pingus, não gostei do branco, considero que falta força, "é um vinho vazio" foi este um comentário de um amigo. Os nossos paladares estavam cheios de outras coisas o que pode ter estado na origem desta opinião, mas à mesa esta foi a opinião geral. IL

Estado Liquido - Wines & Spirits disse...

Muito bom...