segunda-feira, abril 08, 2013

Amável Vinho

Por entre tantas recomendações que já fiz, neste escaparate, sinto a necessidade pública de divulgar um blog. Discreto, por certo, que não será, nem é, uma opção de leitura da fileira de blogueiros e seus adoradores, que não estará, julgo eu, nos lugares cimeiros dos diversos rankings contabilísticos que todos gostamos de apreciar e aproveitar, consoante o interesse e posição que ocupamos.
Um blog que se pauta por uma abordagem completamente diferente do status dominante, seja ele qual for, e espero que assim continue, para bem daqueles que gostam de ler coisas diferentes.


Não vejo lá amostras, não observo vinhos da moda, não descortino vinhos de elevado pedigree e não parece que o autor esteja preocupado com tais assuntos. Vai escrevendo, em jeito de libertação, em jeito de reflexão pessoal. Há diversão pura, não encapotada. Gosto quando ele diz acerca de dois vinhos: "sem os farejar, sem esquadrinhar, bebi-os. Não escrevi sobre eles uma palavra, fosse compreensível ou delírio. Portanto, bebi-os e, de certa forma, perdi-os." Perante isto, resta-me dizer que afinal anda por aí mais alguém que alinha pelo meu diapasão.

8 comentários:

Anónimo disse...

Sr. Pingus,
Consta até que muito do linguajar utilizado nesse blog é desconhecido a grande parte dos possíveis leitores, os restantes blogs de vinho, ou wine bloggers.
Um blog com um português cuidado, fortes sinais de que o autor pensa e cujo mote não parece ser receber pinga de borla?
Arrisca-se a não ter leitores!
Cumprimentos
Anísio Pinto

Pingus Vinicus disse...

Estimado Anísio Pinto, deixe-me, desde já, dizer que gostei do seu nome, devo-lhe dizer que é incomum. Não conhecia. Perdoe-me o comentário :)

Estará o autor preocupado? ;)

Cumprimentos e obrigado pela participação ;)

Anónimo disse...

Sr. Pingus,
Sou de Cabo Verde, o nome não é incomum, muito pelo contário.
A sua pergunta:
“Estará o autor preocupado ?”
Não posso responder, não conheço o escritor, tomei conhecimento pelo seu blog. Mas, em minha opinião, não deveria estar, pois seus textos me parecem muito bons e suas intenções simples e claras.
Cumprimentos
Anísio Pinto

Pingus Vinicus disse...

Estimado Anísio, perdoe-me o desconhecimento sobre o seu nome e estou esclarecido sobre a sua origem.

E terei que concordar consigo quando diz que as "intenções são simples e claras". Creio que será um blog, a continuar, com condições para ter cada vez mais seguidores.

Cumprimentos

L. disse...

pinga de borla é coisa que não me chega :D mas fiquei instantaneamente interessado neste "amável vinho",... vou já guardar o link

Pingus Vinicus disse...

L. acho que deve guardar. Uma abordagem diferente, saudavelmente diferente.

João Inácio de Paiva disse...

Boa tarde.
Só para deixar claro que não tenho nada contra as amostras — desde que estejamos a falar de 7,5 dl ou mais de vinho. E muito menos me oponho a vinhos de elevado pedigree — desde que estejamos a falar de amostras.
Obrigado pela amabilidade.
Saúde!

Pingus Vinicus disse...

João Inácio, saúde e obrigado pela sua visita.