quinta-feira, maio 16, 2013

Pedra Cancela: Signatura

Quando se assume um olhar, uma posição, uma perspectiva, não há que ter medo de a mostrar e defender publicamente. Não há que ter qualquer receio, pudor ou comprometimento. Sabe-se, de antemão, que o vinho foi feito por aquela determinada pessoa. Existe responsabilização, coisa que é rara nos tempos de hoje.




Com o escarrapachar de uma assinatura, a coisa fica bem mais clara, bem mais objectiva e bem mais focada. Quer dizer, também, que podemos estar perante aquele vinho. E com isto tudo, recordei outro vinho que, também, nos surge assinado preto no branco. Ambos semelhantes nas convicções. Acho muito bem. 

Post Scriptum: O Vinho foi oferecido pelo Produtor.

4 comentários:

Anónimo disse...

Gostei como sempre. Alda

Pingus Vinicus disse...

Obrigado Alda!

Emilio disse...

Rui, poderá ser que começo a conhecer os vinhos de Portugal -ou talvez a conhecer-te mais, amigo-, mas quando li isso de "outro vinho", de certo soube aquele vinho que estavas a dizer. Abraço.

Pingus Vinicus disse...

Emilio, era fácil de descobrir ;) era o VO ;) Abraço