quinta-feira, fevereiro 18, 2016

Casa da Passarella: O Garrafeira Branco

Não há hipótese! É indubitavelmente um dos vinhos brancos mais bem conseguidos e mais surpreendentes do Dão e parece estar a tornar-se em objecto de culto. A falange de admiradores que gosta dele vai engrossando a olhos vistos. Ainda não vi uma única voz a levantar-se para negar a excelência do vinho. Atrevo-me a dizer, por isso, que as garrafas disponíveis deverão ser, neste momento, em número bastante inferior à procura o que pode criar problemas de fornecimento ao mercado. Será uma enorme chatice se formos confrontado com essa possibilidade. Espero que uma das causas não tenha sido o açambarcamento indevido por parte de alguma malta. 



Proponho, por isso, que se faça uma conferência com todos os interessados com o intuito de organizar uma reserva estratégica para acautelar, deste modo, uma quantidade minimamente aceitável para satisfazer os diversos pedidos. É que o ano só agora começou. Caso contrário, podemos assistir ao florescimento do mercado negro, onde uma garrafa disponível, deste vinho, poderá valer ouro. E era só isto que queria dizer.

Sem comentários: