segunda-feira, maio 16, 2016

Horácio Simões Tradição

São raros, muito raros, os vinhos brancos da Península de Setúbal que merecem ser colocados em patamares elevados de distinção, no que diz respeito às minhas preferências. Cada vez mais, sou confrontado com vinhos onde a exuberância aromática e a falta de personalidade dominam de forma exacerbada. Um estilo que, efectivamente, não aprecio, mas que faz as delicias do mercado. Uma forma de fazer vinho que é legitima, mas em que a identidade e o carácter parecem não ser a norma.


Felizmente, apesar de poucos, ainda é possível encontrar um vinho, como este Tradição da Casa Agrícola Horácio Simões, que nos oferece um conjunto de características que o colocam numa dimensão diferente da maioria dos seus pares. Para mim, é claro. Madeira equilibrada, sem os fatais exageros que se comentem ainda na região e em Portugal. Com muito equilíbrio, bem balanceado, bastante fresco e contido no que diz respeito a questões de fruta.


Apesar de estar bastante imberbe, senti que tenho aqui um vinho que vai ter estrutura para evoluir condignamente. Um vinho carregado de seriedade, um vinho branco que parece querer dizer-me que é possível calcorrear outros caminhos na região, bem diferentes dos que são percorridos actualmente com muita insistência. Um vinho branco que não alinha pelo diapasão da moda regional. Um vinho para mim e isso, no final, é que importa.

1 comentário:

joao guerra disse...

Grande descrição deste vinho da da Casa Agrícola Horácio Simões! Obrigado pela sua opinião.