quinta-feira, outubro 13, 2016

Hospedeiros e hóspedes ...

Ao fim de tantos anos e após muitos litros de vinho a escorrerem pela goela a baixo, sempre pensei que estivéssemos num estado mais evolutivo, mais maduro, mais avançado no que respeita ao conhecimento do vinho, que refinadamente chamamos de enofilia. Mas não. Nada disso! Existe, vejam lá, mais sobraçaria. 
Vivemos debaixo da máxima em que a minha verdade é a Verdade ao contrário da tua. É-se, cada vez mais, confrontado com afirmações absolutas, em que se toma uma parte por um todo. Em que se extrapola para além do razoável, com uma convicção que nos leva acreditar que é mesmo assim. 


E no meio desta loucura, tanto produtores como comentadores alinham pelo mesmo diapasão. Toda a gente sabe, não há dúvidas e nunca há enganos. Hospedeiros e hóspedes vivem, portanto, em perfeita harmonia., servindo-se uns dos outros consoante as necessidades. Enquanto isto, o monstro vai crescendo. 

Sem comentários: