domingo, novembro 06, 2016

O Melhor Rosé ...

Sim, meus caros também sou capaz de dizer que este ou aquele vinho é o melhor. Existe no entanto, uma pequena diferença: sou incapaz de afirmar que isto ou aquilo é o melhor do mundo, o melhor do país, da aldeia, da rua ou da esquina. Sou incapaz, porque simplesmente não existem tais pódios. Mas insistem nestas coisas.


O que vos posso dizer, e afirmo-o sem qualquer pejo ou vergonha, é que este vinho impressionou-me pela complexidade, pelo equilíbrio, pela finura e pela frescura. Foi impossível ficar indiferente a todos os níveis. Quase a roçar a perfeição. Quase. É escusado dizer mais alguma coisa.


Portanto, este foi o melhor rosé português, não é engano, que bebi este ano (quiçá no passado) e não importa se beberam mais ou menos que eu. UAU! Exagerado? Certamente, mas quem manda aqui sou eu. Termino com uma nota final. Não é para quem gosta de docinhos ou outras misturas do género. Nop, não é mesmo.

1 comentário:

virgilio tabosa disse...

Como se chama o sr rose