domingo, março 12, 2017

Última Hora

Ao jeito daqueles flashes que aparecem nos blocos noticiários, no fundo da televisão. Não obstante do tempo de contacto ter sido relativamente curto, foi o suficiente para ficar registado na memória. Apraz, por isso, dizer o seguinte de forma directa: apesar de estar carregado juventude (foi engarrafado há pouco tempo), mostra uma enorme frescura, uma forte carga vegetal e um lado pedregoso e meio rude, bem curioso (provavelmente derivação imaginativa, da minha parte). Reporta-nos para aquela dureza pura e clássica da região, o que nos leva a pensar que estamos perante um estilo pouco consensual. Na minha opinião, só lhe fica muito bem. Ganha estatuto e personalidade.


Mais um exemplo, permitam-me o abuso de linguagem, da mudança de rumo que alguns (cada vez mais) produtores parecem estar a tomar. Ainda bem, Apetece-me dizer que, se calhar, as notícias sobre a nossa morte são manifestamente exageradas.

2 comentários:

Gonçalo disse...

Olá, sabes se o vinho já se encontra à venda pela Casa Américo? Abraço

Pingus Vinicus disse...

Olá, eu comprei este :) Abraço