quinta-feira, abril 06, 2017

Júlio Bastos: A Impossibilidade de ficar indiferente!

Independentemente do que pensamos gostar ou não gostar, existem vinhos que não nos deixam ficar indiferentes. Bloqueiam qualquer vontade de pensarmos ou dizermos esperem aí que não é bem assim. São vinhos que apelido de superlativos. São literalmente vinhos que possuem uma dimensão ímpar. Grandes na estatura e dimensão e em que um gajo fica literalmente impressionado. Ouch!



Resumindo, para não enfastiar os mais sensíveis (que pelos vistos são muitos), a verdade nua e crua é que gostei pra caramba deste vinho. Foi impossível ficar apático, mesmo que em tese (seja ela qual for), não tivesse à espera de tamanha reacção. A minha. Que grande vinho.

Sem comentários: