quarta-feira, Fevereiro 06, 2008

Dão Sul Espumante 2005

Conhecem, certamente, a expressão: Ir a todas.

Quando nos embrenhamos no mundo da enofilia, somos confrontados com um enorme conjunto de propostas. Queremos prová-las, queremos experimentá-las. Um normal consumidor, com os tostões todos contados, não tem muita possibilidade para testemunhar regularmente diferentes estilos de vinho. Em muitos casos, o nosso conhecimento é meramente literário.

Temos os Portos que vagueiam por entre os Vintages, os LBV e os Tawny. Depois existem os Moscatéis. Já nem refiro outros Licorosos. Surgem os Colheita Tardia, que começam a ser moda em Portugal. Entramos nos tintos, passamos para os brancos. Terminamos nos Espumantes.

Parecemos uma criança a olhar para um montra cheia de brinquedos, à espera que os pais digam: Qual queres?

É com um espumante (andava debaixo de olho já algum tempo) que partilho mais alguns comentários. Muito fresco, com a componente vegetal, onde pontificava uma forte sugestão a erva, a combinar harmoniosamente com a maçã verde, a lima e o limão. Se permitirem mais um abuso (principalmente para quem já provou este vinho), senti uma curiosa sensação mineral. Dava-lhe graça e juventude. Revelou alguma delicadeza no trato. A bolha pareceu-me fina. Os sabores eram aprazíveis, limados e equilibrados. Bebe-se sem fartar. Acompanhou umas trutas (pequenas) envoltas em cebola e ervas aromáticas.
Como disse mais que uma vez, o conhecimento que tenho deste tipo de vinhos é muito reduzido, e não ligando ao que existe por esse mundo fora, este Espumante Bruto (br) da Dão Sul pareceu-me ser uma bela proposta para nós. Arrisquem que se bebe muito bem. Nota Pessoal: 14,5

1 comentário:

Pedro Sousa P.T. disse...

Este "brinquedo" já me passou pelo estreito, e concordo absolutamente com as tuas notas. Já não me lembro o que acompanhou,mas certamente não foi um prato tão requintado quanto o teu:) Gosto muito de acompanhar certas refeições com espumante, pois acho que faz uma ligação perfeita com certos pratos, como leitão por exemplo. Só tem um pequeno problema, pelo menos falo por mim, é que acabo sempre por beber mais de meia garrafa à vontade. É que é mesmo guloso!!! O mesmo já não se passa com os brancos, e muito menos com os trintos, seja qual for o cenário.
Quanto aos € para irmos a todas, isto não está fácil! temos de ser selectivos.