quinta-feira, abril 08, 2010

Casa Aranda: a pedra, as vinhas e os vinhos!

Ao entrar pelas portas da Casa Aranda somos assolados por um sentimento de nostalgia que custava a definir. Sentia-se no ar, qualquer coisa carregada de medievalismo. Talvez fosse a pedra, presente por todos os lados. Havia um curioso corte com o presente. O que faz uma simples portada.

O aspecto do espaço estava despido de qualquer fausto, de ornamentos decorativos. Respirava-se, simplesmente o granito, por todos os cantos e recantos do prédio. Silêncio e decoro.

Em redor as vistas revelam aspectos conhecidos do Dão. Árvores, arbustos, flores. Os talhões de vinhas, algo irregulares, estão circundados por outras espécies. O verde tingia a visão. O nariz abarrotava com cheiros balsâmicos. Caruma e folhas de eucalipto eram desviadas, para o lado, para dar espaço à passada. A passarada fazia barulho.

Percorremos os caminhos, olhámos para as vides. No chão, onde estavam assentes, estendia-se um manto de flores.Tudo bem cheiroso.

Ao entrar na adega, simples e despida de tecnologias desmesuradas, abriram-se os olhos de espanto. Numa mão cheia de barricas descansava um lote de Syrah com Cabernet Sauvignon. Diabos, que fazia aquilo ali no Dão? Provou-se o líquido com enorme desconfiança e, apesar de tudo, reconheceu-se potencialidade na mistura.

O enfoque para mim, no entanto, é outro: Os brancos! Clássicos, pouco modernos. Secos, despidos de exuberâncias ou intensidades tropicais e completamente inadequados para um consumo rápido e  displicente. Pedem, ainda, para ser bebidos em copo amplo e a temperaturas mais amenas. Riquezas escondidas dos olhares do povo anónimo.

Os tintos, esses, são descobertas recentes. Sugeriram ser vinhos cheios de acidez, agradáveis e vivos. Olharei para eles, mais tarde e com paciência.

11 comentários:

Raul Carvalho disse...

Possa!! Tiveste a 2 minutos de minha casa e não disseste nada!

Para a proxima avisa men...
Eu também já provei esse branco, e tenho os tintos todos aqui na minha garrafeira para prova.... Mas o branco e muito diferente de tudo e bebi-o a uma temperatura de 13 graus... Experimenta

Abraços

PAS disse...

Vinho muito bom mesmo!!
e os reseva top!
continuem o bom trabalho.

Pedro Aranda da silva

Antonio disse...

Qual sera o proximo report?
Nao sei porquê mas acho que ja adivinhei ;)
Abraço amigo!

Emilio disse...

Olá Rui e olá tud@s. Como acostumbrado, belas imágens e belas fotos, Rui.
Conheces tu, ou alguém conhece, uma direcçao de correio electrónico pra contactar com a Casa Aranda?
Obrigado,
Emilio

Pingus Vinicus disse...

Emilio vai ao meu perfil e envia-me um mail.

Um abraço
Rui

Paul disse...

You can buy Casa Aranda wines online:

www.winefromportugal.com

Emilio disse...

Paul,
Thanks so much for your help. But I'm used to get wines in the places they've been grown and produced; that's why I asked Rui (Pingus) for the adress.
Greetings,
Emilio

ImproveWine disse...

Caros Amigos

A Improve Wine também dispõe de toda a gama do Casa Aranda. Directamente do Produtor.
Visitem-nos no Facebook IMPROVE WINE.

Obrigado a todos

Anónimo disse...

Olá Dr.

Estão muito bonitas as fotos da quinta.

Beijos
Paula Ferreira (gel,,,)

Jorge disse...

OLá DR.
Espero que esteja tudo bem.
As fotos estão uma maravilha.
Gostava de experimentar as suas reservas...
Continue sempre assim.

Um abraço, de um grande amigo.
Jorge Ferreira
(Genro Rui Alves)

Rui disse...

ARAR

O HOMEM PENSA A OBRA NASCE.
já varias pessoas leram ou ouviram esta frase, mas poucos
a souberam intepretar com a simplicidade que a mesma representa.
Força amigo.
Rui Alves