quarta-feira, Março 20, 2013

Quinta da Covada

Não quero armar discurso meloso, falsamente emotivo, com balelas fáceis e lugares comuns. É o que é: em dia que se festeja o dia do pai, em dia que lembramos os pais, foi dia de beber um vinho do Douro.



Sou também filho do Douro. Sou filho do Alto Douro que agora, segundo consta, chama-se Douro Superior. Sou o que sou, por ser também do Douro, de Trás-os-Montes. E recordo inúmeras peripécias junto ao Penedo Durão, à Conjida. Peripécias infelizes, que tentamos esquecer. Momentos que magoaram, que flagelaram corpo e alma. Momentos que já lá vão. Mas como é dia do pai, pareceu-me que o pai merecia beber um vinho do Douro.   



Um vinho do Douro limpo, cristalino, escorreito, cheio de fruta fresca e de empatia quase imediata. Viciante. É, ainda, vinho perfumado, simbiótico, sem exageros e (muito) cordato. Bebe-se e bebe-se e volta-se a beber. Vinho que sabe bem, muito bem. Vinho de companhia, vinho de apaziguamento. Vinho, sei lá, diferente.



Vinho que acompanha pensamentos, que nos dá a mão a momentos menos conseguidos, que ajuda aliviar a alma, a arredar julgamentos menos dignos. Um vinho para o pai, que é do Douro. É vinho, porque merece, para ser novamente revisitado. João, onde?

Post Scriptum: O vinho foi oferecido pelo Produtor.

8 comentários:

Amândio Cupido disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flavio Henrique disse...

Caro Pingus,
Desculpe-me aproveitar sua postagem sobre um vinho do Douro, mas queria pedir-te opinião sobre alguns vinhos da Bairrada, Dão e outros que agora tenho oportunidade de adquirir safras mais antigas. A seguir:
-Bairrada Frei João Reserva 05
-Bairrada Quinta do Poço do Lobo 88
-Quinta de Baixo Garrafeira 2000
-Quinta do Corujão Reserva 2001 e 2003
-Quinta do Corujão Garrafeira 05
-Quinta do Corujão Grande Escolha 2004
-Palmela: Escolha Antonio Saramago 03
-Alenquer: Quinta de Pancas Reserva 2001

Agradeço de antemão.
Abraços e perdão pelo incômodo.
Flavio

Pingus Vinicus disse...

Olá Flávio, olhando para a lista de vinhos, dir-lhe-ia que não teria qualquer problema em adquirir. Conhce o hsitorial deles, onde estiveram guardados, como estiveram conservados. São factores importantes.

Abraço

Flavio Henrique disse...

Carissimo,
A importadora é a maior do Brasil e os vinhos são mantidos em perfeitas condições. Mas gostaria de saber sua opinião sobre eles. Se são vinhos que te agradam e se algum se destaca.
Abraços,
Flavio

Pingus Vinicus disse...

Flávio, são vinhos que me agradam particularmente que compraria. Há apenas uma excepção, por desconhecimento que é o Quinta de Pancas, que não sou grande consumidor. De resto, compraria, sabendo de antemão quais tinham sido as condições de guarda.
Destaque para o Quinta do Corujão Grande Escolha 2004, os Bairradinos, Antonio Saramago e Quinta do Corujão Garrafeira 2005.

Abraços

Flavio Henrique disse...

Obrigado! Vou seguir suas dicas.
Abraços,
Flavio

Pingus Vinicus disse...

Flávio e preços, és capaz de dizer-me mais ou menos quanto custam aí em euros?
Abraço

Flavio Henrique disse...

Olá Pingus,
Esses eu peguei em uma promoção. O Pancas Reserva 2001 (gosto muito dos vinhos dessa Quinta) e o Corujão Garrafeira 2005, por volta de 21 Euros cada. O Saramago 03 e o Corujão Grande Escolha 04, cerca de 36 Euros cada. Para aqui, foram bons preços.
Abraços,
Flavio